Áudios

Devemos aprender a ter bom humor, não nos identificarmos tanto com os acontecimentos. Lembre-se, por pior que seja algo que esteja passando, tem alguém em situação muito pior. É ou não é verdade? Nada na vida é tão ruim que não possa ficar ainda pior, então, agradeça como está!! Faça algo para mudar – SIM ! Mas, pare de reclamar… Uma das melhores coisas que minha saudosa avozinha fez em minha infância foi me levar para conhecer as crianças deficientes visuais no Padre Chico. Aquilo ficou marcado para mim. As crianças transbordavam alegria, brincavam, divertiam-se!! Como era possível? Elas nem conseguiam ver! Lembro-me dessa experiência até hoje. Procure refletir sobre as famílias que tem um ente querido numa UTI, pessoas que tem graves problemas de saúde e compare com aquilo que até agora estava levando tão a sério. Quantas vezes perdemos o controle emocional, discutimos com quem amamos por simples besteira. Algo que sumiu, um vaso que quebrou, um contrato que não fechou… Calma, não se cobre tanto, não leve tão a sério. Permita que a vida flua com alegria.Pergunte-se:
Num longo prazo, qual é a importância disso?
Pergunte se daqui a um ano, dez anos isso que você está dando tanto importância agora se realmente será relevante. Pense nisso…Não vale a pena levar a vida tão a sério…

2 Comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário